Verde, amarelo, azul e branco. E aí?

Bruno Foster (Imagem da página pessoal no facebook)
Bruno Foster (Imagem da pg. pessoal no facebook)

Cearense simpático, fala mansa, politicamente correto em suas declarações e bom jogador de pôquer. Esse é o perfil do primeiro brasileiro que participará da mesa final do maior e mais cobiçado torneio de pôquer do mundo.

Trata-se de uma façanha memorável. Aliado a isso, coexiste a real possibilidade do representante brasileiro vencer o torneio. Fato este que, não só acredito, como torço para que se concretize. Agora, independentemente do desfecho da mesa final que ocorrerá em novembro na cidade de Las Vegas, o garoto bochechudo já entrou para história do pôquer mundial. Parabéns!

Para não fugir da minha característica, vou tocar em um assunto, digamos, um pouco polêmico. Vamos lá! Certamente, se você acompanha as notícias do mundo do pôquer, já sabia de tudo que leu até agora. Mas, se você não faz parte do cotidiano do pôquer, deve estar se perguntando porque ainda não tinha conhecimento dessa enorme façanha alcançada por esse tal de Fostera.

Sabe por quê? Porque a imprensa brasileira caga para o pôquer. Mais do que isso, a imprensa brasileira boicota e menospreza todos aqueles que usam rotineiramente ou eventualmente as mãos para segurar fichas, cartas ou mouses. Saibam os senhores menos informados, que a sociedade brasileira nutre grande preconceito com relação aos praticantes do “joguinho”. Será então que o heroico Bruno Foster deve enrolar em seu corpo a bandeira de um país que não reconhece o seu valor?

Independentemente da decisão a ser tomada, coloque sobre as suas costas uma bandeira invisível com as cores da sua família, dos seus amigos, dos brasileiros que torcem por você incondicionalmente, que reconhecem e exaltam a sua legítima conquista. Não sei se valeria a pena cobrir suas costas com as cores do descaso. Se assim fizesse, estaria representando um país que não reconhece o seu valor.

Represente quem tem orgulho de ser representado por você. Vamooooo!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha o campo abaixo para validar seu comentário * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.