Pôquer sem comparações

O pôquer brasileiro evoluiu em vários aspectos ao longo dos anos. O árduo e competente trabalho da CBTH gerou muitos e ricos frutos, e com exceção do Rio de Janeiro, os estados brasileiros reconheceram a legitimidade do evento e se renderam ao sucesso do BSOP. Fazendo jus ao tema, gostaria de provocar a reflexão dos […]

O que difere o gênio do imbecil

Identificar um medíocre segurador de cartas é tarefa fácil para qualquer praticante. Entretanto, qualificar o quão bom é um jogador não é tarefa tão simples assim. Criticar por criticar ou elogiar por elogiar, sem ter conhecimento de causa, é o mesmo que fazer chover no molhado: é ser mais um no universo hipócrita da mesmice. Constantemente […]

Verde, amarelo, azul e branco. E aí?

Cearense simpático, fala mansa, politicamente correto em suas declarações e bom jogador de pôquer. Esse é o perfil do primeiro brasileiro que participará da mesa final do maior e mais cobiçado torneio de pôquer do mundo. Trata-se de uma façanha memorável. Aliado a isso, coexiste a real possibilidade do representante brasileiro vencer o torneio. Fato […]

Os vulcões da demagogia

Prometi para mim mesmo que não escreveria mais sobre pôquer. Entretanto, quando me deparo com um texto inteligente como este, que aborda de forma imparcial um tema polêmico, que mexe diretamente com os interesses dos exploradores do jogo, sinto-me excitado em quebrar a minha promessa. Da mesma forma que é difícil discursar imediatamente depois de […]