Metapôquer, a filosofia do pôquer

Livro pretende ampliar o entendimento do jogo por meio de uma abordagem filosófica e conferir ao pôquer uma nova forma de interpretação

Metapôquer, a filosofia do pôquerPôquer é esporte? Matemática? É jogo de sorte ou de habilidade? O jogo gera cultura? Como decidimos no pôquer? Qual o papel da intuição no jogo? Como seu mercado se desenvolveu? Muitas dessas perguntas estão aprofundadas no livro Metapôquer (Vox Editora, 112 páginas), que amplia o horizonte de entendimento do jogo com uma abordagem filosófica e, assim, confere ao pôquer uma nova forma de interpretação.

O pôquer, atualmente uma grande indústria e tido como esporte no Brasil, não poderia ser abordado adequadamente sem partir do conjunto mercado, sociedade e imaginário, temas explorados no início do texto em tom crítico, mas que têm o intuito de afirmar a atividade por seu aspecto de jogo, ideia fundamental para os desdobramentos que o conteúdo propõe.

O livro apresenta conceitos que aproximam o jogo de seu papel social fundamental de formador de cultura, e com isso promove o pensamento reflexivo numa atividade tão prática e técnica quanto é o jogo. É nesse sentido que o título se justifica, um pôquer além do pôquer.

Na sequência, o livro explora o conhecimento matemático e técnico aplicado ao jogo, estabelecendo limites, problematizações e possibilidades que a técnica apresenta aos praticantes, sem perder de vista sua importância e seu caráter adequado de conhecimento.

Assim, Metapôquer caminha para parte final ressaltando a importância da emoção, da interação e da percepção como aspectos estruturantes da dinâmica do pôquer, mostrando essas relações sob a ótica da afetividade, que não só desmonta a oposição entre mente e corpo tão presente no pensamento de hoje em dia, mas abre espaço para a intuição como critério para a prática do jogo.

“Quem já jogou pôquer sabe bem o quanto essa experiência nos coloca sob um turbilhão de emoções e pensamentos. Jogar – e vencer –, portanto, passa a ser um exercício de controle emocional e de decifração do jogo, onde abordagens técnicas e matemáticas sempre propiciaram um porto seguro. Partindo desse ponto, o Metapôquer busca provocar uma inversão entre racionalidade e emoção, apresentando a porção emocional como parte estrutural do jogo, e não a técnica. Para isso, o livro apresenta conceitos da Filosofia, Sociologia e Teoria dos Jogos a fim de estabelecer a importância da interação, percepção e intuição na prática do pôquer”, explica o autor do livro Marco Naccarato.

Metapôquer de Marco Naccarato, Vox Editora, 112 páginas.
Compre online na Poker Mundial, na Livraria do Espaço (Rua Augusta, 1.475) ou na Tapera Taperá (Av. São Luis, 187 – 2.o andar)
Mais informações: Fanpage no FB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha o campo abaixo para validar seu comentário * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.